Aula- O Som dos Instrumentos

Blog do Nikel

Olá amigos professores.

Nesta atividade, proponho uma brincadeira com a turma. Um jogo, no qual os educandos trabalham a percepção sonora e o timbre dos instrumentos.

A aula é simples, o professor apenas precisa de um reprodutor de áudio e um mapa dos instrumentos que pode ser baixado nos anexos da aula.

Além das aulas de educação musical, esta atividade pode ser aplicada por um professor de artes ou um docente que está na regência de uma turma do primeiro segmento do ensino fundamental.

Com este jogo o docente pode introduzir a noção de instrumento harmônico, melódico e percussivo. Enfim, há uma gama enorme de assuntos para abordar.

Espero ajudar, até a próxima !!!

Folha o Som dos Instrumentos (A4)

Proposta: Realizar uma brincadeira de percepção sonora e timbrística dos instrumentos.

Duração: Uma ou duas aulas (45 minutos cada).

Faixa etária: Apartir do 3º ano do ensino fundamental

Objetivos

Objetivos gerais: Desenvolver a sensibilidade estética, a…

Ver o post original 963 mais palavras

É muito fácil reprovar um aluno !!!

Para isto só é necessário um relatório completo contendo todas as atividades não desempenhadas pelo educando durante o ano. Assim como, todas as alternativas e estratégias desenvolvidas pelo professor para ajudar o estudante a aumentar o conceito (pontuação). Caso o estudante não desperte o gosto pelo estudo via estratégias, a culpa é sua. Afinal de contas, é dever do professor propiciar atividades que despertem o educando para o conhecimento, assim como estar a par das teorias pedagógica e dos novos paradigmas educacionais.

Caso o professor não saiba, já estamos no pós-modenismo. Pelo menos, só se fala disso nas universidades.

Caso seja um aluno faltoso, a instituição é obrigada a entrar em contato com a família via telefone (várias vezes) e, em último caso, por telegrama. Tudo isso, é claro, registrado e assinado em uma ata individual. Olha que tem escolas com mais de mil alunos !

Se, ao final do processo, a situação for de reprovação, os responsáveis dos alunos não aprovados tem o direito de requerer um conselho de classe especial para o aluno. Conselho esse que deve ser composto por todos os professores responsáveis pelo ano letivo do estudante.

Finalizando: ESTE CONSELHO EXTRAORDINÁRIO “PODE” OCORRER NO MÊS DE JANEIRO, JUSTAMENTE O MÊS DAS FÉRIAS OBRIGATÓRIAS DOS PROFESSORES. TODOS OS PROFISSIONAIS SERÃO OBRIGADOS A ESTAR PRESENTE.

Que bom que agora estão pensando nos educandos! Afinal de contas, não há mais aprovações automáticas !!!

OBS: a história acima é pura ficção. Baseou-se num reino de fadas, onde não se investe o que deveria em educação e o rei caça os professores que ousam desafiá-lo !!!

AULA – Efeitos Vocais

Blog do Nikel

5º Ano. 5º Ano.

Olá professores.

Esta aula é um simples jogo no qual o educando imita sons sorteados. Ótima para ser usada no início de cada ano letivo.

Proposta: executar uma brincadeira utilizando a voz para imitar pessoas, objetos e animais.

Duração: uma aula (45 min).

Faixa etária: todas.

Objetivos

Objetivos gerais: Articulação entre percepção e sensibilidade dos materiais sonoros.

Desenvolver atitude de escuta das manifestações do mundo sonoro e musical.

Objetivos específicos: Gestos expressivos em produções musicais. Produção de gestos

musicais.

Procedimentos de ensino e atividades a serem trabalhadas: imitar sons encontrados no ambiente

Recursos: Folha com figuras.

 Captura de tela de 2015-04-30 19-21-45-4

Aula

1- Caso seja possível, comece a aula apresentando à turma alguns vídeos de imitadores:

1.2 Após esta introdução converse com a turma sobre o potencial do Beatbox. Finalize com a animação: Brain Damage – “Beatbox Batle”.

2 Divida as cadeiras e forme grupos. Recorte as figuras da folha…

Ver o post original 420 mais palavras

AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR segundo Luckesi

Post Atualizado !!!

Blog do Nikel

luckesi

A aprendizagem da avaliação

A questão da avaliação é relativamente nova quando comparada à história da pedagogia ocidental. Entretanto a história dos exames escolares é um pouco mais longa (caso o leitor queira ter outra fonte de consulta sobre a história dos exames, poderá consultar BARRIGA 2001).

Primeiramente, devemos entender a diferença básica entre os termos exame e avaliação. Exame era todo tipo de procedimento avaliatório sistematizado no decorrer dos séculos XVI e XVII, junto com o advento do período moderno.

Já a avaliação da aprendizagem surge em 1930, pelo tecnicista Ralph Tyler que apresentou esta expressão para explicar todo o cuidado necessário que os educadores deveriam ter com os alunos. Tyler estava preocupado com o números de reprovações e insucessos educacionais de sua geração: somente 30% dos estudantes eram aprovados e anualmente 70% das crianças “supostamente” não aprendiam.

No caso brasileiro, iniciamos os estudos sobre a avaliação…

Ver o post original 1.977 mais palavras

A AVALIAÇÃO MEDIADORA DE JUSSAMARA HOFFMAN

Post Atualizado !!!

Blog do Nikel

Olá amigos

O intuito deste post é a exposição de ideias, assim como a menção de críticas construtivas aos três primeiros capítulos iniciais do livro AVALIAÇÃO MEDIADORA de Jussamara Hoffman (referências). Trataremos dos temas de forma linear como apresentado na obra original.

Capítulo 1 – Por uma escola de qualidade

Hoffman (1993) demonstra como a forma classificatória da Avaliação tem papel de destaque em todos os níveis do ensino (do fundamental ao superior). Esta ideologia tem ligação direta com antigas metodologias e técnicas pedagógicas. A crença popular é que, na atualidade, os professores tendem a ser menos exigentes do que tradicionalmente e que as escolas não oferecem o ensino competente à semelhança das antigas gerações (pg 13).

A grande problemática está no fator excludente da avaliação tradicional e seu papel de reprodutora da sociedade capitalista e, portanto, celetista; tendo como vencedores os mais condicionados. Resumindo, não se pode considerar como…

Ver o post original 1.593 mais palavras

Boneca de Lata-  Uma atividade transdisciplinar

Boneca de Lata- Uma atividade transdisciplinar

Post atualizado !!!

Blog do Nikel

Boneca desenhada em uma turma do 1º ano. Boneca desenhada em uma turma do 1º ano.

Olá professores

a aula de hoje teve como inspiração a canção boneca de lata de Bia Bedran. Além de aprender a canção, trabalharmos a Eurritmia, proponho uma atividade transdisciplinar de letramento.

Proposta: aprender, cantar e coreografar a canção BONECA DE LATA. Proposta transdisciplinar de letramento com a letra da música.

Duração: 3 aulas (45 min cada).

Faixa etária: 1º, 2º, 3º anos. Assim como em classes de letramento.

 

Objetivos

Boneca de Lata com balões Folha de exercícios

Objetivos gerais: Articulação entre percepção e sensibilidade dos materiais sonoros.

Desenvolver a sensibilidade estética, a percepção musical e a experiência corporal do movimento

musical por meio das práticas tradicionais lúdicas orais e coletivas da infância.

Desenvolver atitude de escuta das manifestações do mundo sonoro e musical.

Objetivos específicos: Gestos expressivos em produções musicais. Produção de gestos

musicais.

Procedimentos de ensino e atividades a serem trabalhadas: Grafar e ler…

Ver o post original 697 mais palavras

Frases de Eduardo Galeano

Blog do Nikel

O Uruguai se reduziu a um banco, com praia e umas vaquinhas em volta.”

Na América Latina, a liberdade de expressão consiste no direito ao resmungo em algum rádio ou em jornais de escassa circulação. Os livros não precisam ser proibidos pela polícia: os preços já os proíbem.”

Jesus escolheu, para nascer, um deserto subtropical onde jamais nevou, mas a neve se converteu num símbolo universal do Natal desde que a Europa decidiu europeizar Jesus. O nascimento de Jesus é, hoje em dia, o negócio que mais dinheiro dá aos mercadores que Jesus tinha expulsado do templo.”

Em certo sentido, a direita tem razão quando se identifica com a tranquilidade e com a ordem. A ordem é a diuturna humilhação das maiorias, mas sempre é uma ordem – a tranquilidade de que a injustiça siga sendo injusta e a fome faminta.”

Vivemos em plena cultura…

Ver o post original 460 mais palavras