Num concurso para a área de educação musical, a orientação e/ou co-orientação de Iniciação Científica vale seis pontos por aluno na prova de títulos.

Até aí tudo bem. Entretanto, a docência no ensino médio ou fundamental equivale a 3 pontos por semestre. Em outras palavras, quantitativamente, orientar um aluno de nível superior dá tanto trabalho quanto lecionar durante um ano numa escola com 40 alunos ou mais por turma. Soma-se a isso a falta de instrumentos ou material disponível que leve em consideração esta realidade.

O que mais chama atenção é que este professor irá trabalhar com estágio supervisionado, orientando os licenciandos na prática de ensinar.

Tendo este quadro em vista: o que vale mais para um docente? A experiência e vivência de sua práxis ? Os títulos e orientações? A titulação sem experiência prática é válida?

Será mesmo que esta instituição está valorizando os professores que estão ralando nas escolas públicas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s